Quarta-feira, 24.04.13

Vídeo - Os 4 golos do Bayern ao Barcelona



publicado por olhar para o mundo às 00:22 | link do post | comentar
Sexta-feira, 08.02.13

Vitor Prerira e um Porto de luxo

Vítor Pereira: “A equipa tomou o gosto de ter bola e de dominar” LUSA 08/02/2013 - 15:36 Treinador está satisfeito com as últimas exibições do FC Porto, que recebe o Olhanense no domingo.    FOTO: FRANCISCO LEONG/AFP  0        MULTIMÉDIA  Vídeo «Olhanense vai exigir nosso melhor nível»   Vídeo O que acha Vítor da comparação com o Barça?  TÓPICOS Futebol nacional I Liga FC Porto Vítor Pereira Na antevisão ao jogo de domingo com o Olhanense, da 18.ª jornada da I Liga de futebol, Vítor Pereira disse satisfeito com o bom momento de forma da equipa dos “dragões”, que apresenta um fio de jogo à sua imagem.  “A equipa tomou o gosto de ter bola e de dominar. Para dominar há que ter comportamentos agressivos, no momento de perda de bola, tirar iniciativa aos adversários, ter posse e exercer pressão, com o objectivo de fazer golos”, sustentou.  O treinador Vítor Pereira acrescentou que não está a pensar nem preocupado com a renovação com o FC Porto, mas sim em estar focado em ganhar títulos.  “A quem ganha títulos não falta trabalho e hipóteses de valorização. É preciso é ganhar títulos e estar focado nos objectivos do clube. É isso que me faz andar e me faz sonhar”, afirmou o técnico, em conferência de imprensa.  O treinador portista, questionado sobre se considera existir semelhanças ou inspiração no actual estilo de jogo do FC Porto com o do Barcelona, ressalvou os anos que o clube catalão leva de trabalho e no acreditar da ideia de jogo.  “É um jogo de excelência, que levou muito tempo a consolidar e por isso é que a equipa do Barcelona é considerada, por muitos, a melhor do mundo”, justificou.  Apesar de se mostrar agradado com a forma de jogar dos “dragões”, com posse de bola, pressão alta e domínio, Vítor Pereira reconhece que a equipa está ainda num processo evolutivo e que tem de continuar a trabalhar para melhorar a qualidade e o rendimento.  “Quando cheguei ao FC Porto falei nestes princípios. Queria uma equipa mais agressiva, em termos de pressão alta, forte nas transições ofensivas e de posse”, recordou o treinador, realçando que esse é o estilo de jogo com que se identifica.  Ainda de acordo com o treinador dos “dragões”, “não se consegue fazer este tipo de posse de um momento para o outro e é necessário garantir os jogadores que consigam fazer este tipo de jogo e estimulá-los a acreditar nele”.  “Neste momento, a equipa desfruta do jogo, gosta de ter bola e de tirar a iniciativa ao adversário. A equipa atingiu uma maturidade táctica que nos permite atingir este tipo de jogo, mas quando tal não for possível o fundamental é garantir os três pontos”, explicou.  E conquistar os três pontos que permitam ao FC Porto continuar na liderança da Liga é o objectivo principal de Vítor Pereira para a recepção ao Olhanense, uma equipa que tem colocado dificuldades aos seus adversários.  “É uma equipa que vem ao Dragão com o sentido de aproveitar a velocidade dos seus jogadores da frente. Vai, por certo, jogar em bloco fechado, o que criará dificuldades, e exige o nosso melhor nível”, sustentou.  Vítor Pereira abordou ainda a questão das chamadas dos portistas às respectivas selecções, mas defendeu que, enquanto treinar os “dragões”, apenas lhe compete gerir os futebolistas quando estes estão sob as suas ordens. “Não tenho intenção de interferir na gestão dos outros treinadores, mas preferia que chegassem mais frescos, que não jogassem tanto e nem que, como o Jackson, fizessem viagens tão longas”, frisou.  O técnico justificou esta situação (chamadas às selecções) com as contingências inerentes aos plantéis das equipas de topo e explicou que, enquanto estiver no comando dos “dragões”, lhe compete gerir os seus jogadores e “arrumar a casa”.  Vítor Pereira adiantou ainda que não sabe se vai poder contar para a recepção ao Olhanense com Jackson Martinez, melhor marcador do campeonato e que esteve ao serviço da Colômbia, dado não ter ainda treinado esta semana com a equipa.  Martinez, que marcou dois golos no particular de quarta-feira da Colômbia com a Guatemala, mereceu rasgados elogios no seu país, tendo mesmo um dirigente felicitado o FC Porto pelo contributo no crescimento do jogador. “É sempre positivo ouvir isso. O que vejo na evolução de Jackson e James, para falar de colombianos, é que se sentem à vontade no jogo que fazem e na evolução da equipa também se nota a evolução dos jogadores”, adiantou.  O treinador falou ainda de Marat Izmailov e de Liedson, “reforços” de inverno, considerando-os como exemplos de jogadores que encaixam perfeitamente no estilo de jogo do FC Porto.

Treinador está satisfeito com as últimas exibições do FC Porto, que recebe o Olhanense no domingo.

Na antevisão ao jogo de domingo com o Olhanense, da 18.ª jornada da I Liga de futebol, Vítor Pereira disse satisfeito com o bom momento de forma da equipa dos “dragões”, que apresenta um fio de jogo à sua imagem.

 

“A equipa tomou o gosto de ter bola e de dominar. Para dominar há que ter comportamentos agressivos, no momento de perda de bola, tirar iniciativa aos adversários, ter posse e exercer pressão, com o objectivo de fazer golos”, sustentou.

 

O treinador Vítor Pereira acrescentou que não está a pensar nem preocupado com a renovação com o FC Porto, mas sim em estar focado em ganhar títulos.

 

“A quem ganha títulos não falta trabalho e hipóteses de valorização. É preciso é ganhar títulos e estar focado nos objectivos do clube. É isso que me faz andar e me faz sonhar”, afirmou o técnico, em conferência de imprensa.

 

O treinador portista, questionado sobre se considera existir semelhanças ou inspiração no actual estilo de jogo do FC Porto com o do Barcelona, ressalvou os anos que o clube catalão leva de trabalho e no acreditar da ideia de jogo.

 

“É um jogo de excelência, que levou muito tempo a consolidar e por isso é que a equipa do Barcelona é considerada, por muitos, a melhor do mundo”, justificou.

 

Apesar de se mostrar agradado com a forma de jogar dos “dragões”, com posse de bola, pressão alta e domínio, Vítor Pereira reconhece que a equipa está ainda num processo evolutivo e que tem de continuar a trabalhar para melhorar a qualidade e o rendimento.

 

“Quando cheguei ao FC Porto falei nestes princípios. Queria uma equipa mais agressiva, em termos de pressão alta, forte nas transições ofensivas e de posse”, recordou o treinador, realçando que esse é o estilo de jogo com que se identifica.

 

Ainda de acordo com o treinador dos “dragões”, “não se consegue fazer este tipo de posse de um momento para o outro e é necessário garantir os jogadores que consigam fazer este tipo de jogo e estimulá-los a acreditar nele”.

 

“Neste momento, a equipa desfruta do jogo, gosta de ter bola e de tirar a iniciativa ao adversário. A equipa atingiu uma maturidade táctica que nos permite atingir este tipo de jogo, mas quando tal não for possível o fundamental é garantir os três pontos”, explicou.

 

E conquistar os três pontos que permitam ao FC Porto continuar na liderança da Liga é o objectivo principal de Vítor Pereira para a recepção ao Olhanense, uma equipa que tem colocado dificuldades aos seus adversários.

 

“É uma equipa que vem ao Dragão com o sentido de aproveitar a velocidade dos seus jogadores da frente. Vai, por certo, jogar em bloco fechado, o que criará dificuldades, e exige o nosso melhor nível”, sustentou.

 

Vítor Pereira abordou ainda a questão das chamadas dos portistas às respectivas selecções, mas defendeu que, enquanto treinar os “dragões”, apenas lhe compete gerir os futebolistas quando estes estão sob as suas ordens. “Não tenho intenção de interferir na gestão dos outros treinadores, mas preferia que chegassem mais frescos, que não jogassem tanto e nem que, como o Jackson, fizessem viagens tão longas”, frisou.

O técnico justificou esta situação (chamadas às selecções) com as contingências inerentes aos plantéis das equipas de topo e explicou que, enquanto estiver no comando dos “dragões”, lhe compete gerir os seus jogadores e “arrumar a casa”.

 

Vítor Pereira adiantou ainda que não sabe se vai poder contar para a recepção ao Olhanense com Jackson Martinez, melhor marcador do campeonato e que esteve ao serviço da Colômbia, dado não ter ainda treinado esta semana com a equipa.

 

Martinez, que marcou dois golos no particular de quarta-feira da Colômbia com a Guatemala, mereceu rasgados elogios no seu país, tendo mesmo um dirigente felicitado o FC Porto pelo contributo no crescimento do jogador. “É sempre positivo ouvir isso. O que vejo na evolução de Jackson e James, para falar de colombianos, é que se sentem à vontade no jogo que fazem e na evolução da equipa também se nota a evolução dos jogadores”, adiantou.

 

O treinador falou ainda de Marat Izmailov e de Liedson, “reforços” de inverno, considerando-os como exemplos de jogadores que encaixam perfeitamente no estilo de jogo do FC Porto.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar
Segunda-feira, 10.12.12

Triunfo do Barcelona, recorde de Messi

Triunfo do Barcelona, recorde de Messi

O argentino chegou aos 86 golos em 2012, superando a marca de Gerd Müller em 1972.

 

Lionel Messi confirmou este domingo, em Sevilha, o que há muito se anunciava, ao igualar e depois superar o recorde de golos num ano civil, que pertencia a Gerd Müller desde 1972. O argentino bisou e voltou a fazer história.

 

O goleador argentino marcou os dois golos do triunfo (1-2) do líder Barcelona (43 pontos) sobre o Betis, em Sevilha, e chegou a um total de 86 golos em 2012, a dividir entre o Barcelona (74) e a selecção da Argentina (12).

Müller, o maior goleador do futebol germânico, tinha marcado 85 vezes há 40 anos, enquanto atleta do Bayern Munique e da selecção da Alemanha.
 
Aos 25 anos, Lionel Messi junta mais uma proeza a uma carreira recheada de títulos, colectivos e individuais: "Digo sempre o mesmo. É bom pelo significado que tem, mas a vitória é muito mais importante, porque mantém a vantagem que temos sobre os adversários", disse o argentino ao Canal Plus.
  
O número 10 do Barcelona, também um fortíssimo candidato a conquistar a Bola de Ouro, galardão atribuído pela FIFA em parceria com a France Football, mostra-se cauteloso quanto à atribuição do prémio. "Se Iniesta [o outro concorrente, juntamente com Cristiano Ronaldo] ganhar, é um troféu para todo o balneário".

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 08:25 | link do post | comentar
Segunda-feira, 15.10.12

Hat-trick de Nolito na goleada do Benfica em Abu Dhabi

Hat-trick de Nolito na goleada do Benfica em Abu Dhabi

O Benfica venceu neste domingo o Baniyas, dos Emirados Árabes Unidos, por 4-0, num jogo particular disputado em Abu Dhabi. O espanhol Nolito foi a grande figura da partida.


Paulo Lopes, André Almeida, Miguel Vítor, Jardel, Luisinho, Carlos Martins, Ola John, Bruno César, Nolito, Salvio e Lima. Eis o "onze" inicial escalado por Jorge Jesus para este compromisso fora do calendário habitual do Benfica. Frente a um adversário muito macio, os "encarnados" jogaram sem grande pressão e chegaram cedo ao golo.

Podia ter acontecido antes, mas a bola entrou pela primeira vez na baliza do Baniyas aos 17', na sequência de um cruzamento perfeito de Lima para Salvio, de cabeça, se limitar a encostar para as redes.

Depois, foi a vez de Nolito puxar dos galões. Aos 33', aproveitou da melhor maneira uma boa jogada individual do holandês Ola John para empurrar para o fundo da baliza. Três minutos mais tarde, aproveitou um cruzamento da direita para desferir um remate cruzado que valeu o 3-0.

O ímpeto goleador do Benfica afrouxou na segunda parte, até porque Jorge Jesus decidiu lançar em jogo o avançado João Mário e os centrais Sidnei e Ascues, um peruano que se estreou pela equipa principal. João Mário ainda dispôs de duas boas oportunidades para marcar (uma delas após uma bela assistência de Gaitán, que entrou para o lugar de Luisinho, aos 63'), mas seria Nolito a fechar o resultado.

Aos 83', o espanhol mostrou grande sentido de oportunidade, ao aproveitar da melhor forma um desvio de cabeça de um defesa do Baniyas para o guarda-redes. Nolito saltou a tempo de emendar para a baliza e de apontar um hat-trick.


Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 08:30 | link do post | comentar
Quarta-feira, 26.09.12

Hulk e Bruno Alves marcam na vitória do Zenit

Hulk e Bruno Alves marcam na vitória do Zenit

Apesar de toda a polémica que rodeia o seu salário no Zenit, o brasileiro Hulk marcou o primeiro golo na vitória da equipa russa sobre o Baltika (2-1), nos 16 avos-de-final da Taça da Rússia.


Hulk marcou logo aos 13 minutos com um remate cruzado dentro da área e Bruno Alves ampliou a vantagem do Zenit aos 71’, marcando de cabeça após um canto apontado pelo brasileiro.

Três minutos depois, Plopa reduziu para a equipa da casa.

Danny e Witsel continuam de fora, por razões físicas.

O golo de Hulk




O golo de Bruno Alves

 


Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 08:21 | link do post | comentar
Sábado, 30.06.12

Televisão, porque é que os meus vizinhos Vêem os golos primeiro que eu?

TV: Por que há delays nos jogos?
TV: Por que há delays nos jogos?

Ainda a bola não tinha chegado à área do adversário, no televisor da sala, e já Célia gritava golo na cozinha. Varela acabara de marcar, no relato da TSF, e quem assistia à emissão da SIC não imaginava sequer que a jogada fosse terminar em golo. E na vitória da Selecção Nacional contra a Dinamarca.

 

O atraso entre a emissão de rádio e de televisão – e mesmo entre canais – existe, mas a questão levanta-se sempre que há jogos de futebol. «Não é simpático saber pelo vizinho que Portugal marcou um golo», repara fonte oficial da ZON, que justifica este delay com os processos de codificação e descodificação da informação. No caso dos clientes desta operadora, o atraso na recepção do sinal é de cerca de cinco segundos. Mas aumenta quando o espectador opta por ver o jogo na SportTV, chegando aos oito.

 

«Temos consciência de que há uma diferença entre quem vê um jogo do Euro numa generalista e quem o vê na SportTV, mas não contabilizamos o tempo. Isso não tem relevância para nós, porque tecnicamente estamos a enviar um sinal de qualidade muitíssimo superior», explica Pedro Magalhães, coordenador técnico do conjunto de canais desportivos. O sinal original emitido por estes canais é sempre em HD, por isso, «três vezes mais pesado do que o sinal standard», acrescenta.

 

Sem justificação técnica


Mesmo quem não assiste à competição europeia através destes canais premium, nota diferença entre a emissão da RTP1, SIC e TVI, por subscrição – em que a transmissão é feita por sinal analógico –, e o sinal emitido pelos mesmos canais via TDT. E este delay pode chegar aos segundos verificados com a transmissão de um sinal de alta definição.

 

«É normal existir algum atraso, mas de seis ou oito segundos é um exagero», afirma Eliseu Macedo, engenheiro de telecomunicações, para quem não existe justificação técnica para o problema.

 

Segundo este especialista, a passagem do sistema analógico para o digital – que se deu com a introdução da TDT em Portugal – levaria necessariamente a uma diferença de dois segundos entre emissões, que correspondem ao tempo «da digitalização e, depois, da descompressão do sinal, para que as pessoas o possam ver em imagem, no televisor». Isto, tendo em conta alguma «tolerância».

 

Os restantes segundos poderiam ser explicados com o ‘caminho’ que é percorrido pelo sinal desde a sua digitalização até aos transmissores, mas esse percurso é feito pela mesma rede «que todos os dias leva milhares e milhares de chamadas telefónicas no país e durante as quais não existem oito segundos de atraso», aponta um especialista em TDT, ao SOL.

 

Fonte oficial da ZON lembra, no entanto, que ao serem introduzidas etapas no percurso do sinal desde a sua emissão até à casa do cliente «mais segundos leva o processo de descodificação».

 

Só que, em Portugal, mesmo na simples passagem do sinal analógico para o digital, verifica-se um atraso muito maior, por exemplo, ao de Espanha – cerca de três vezes superior. «Isto é televisão em diferido, não em directo», lamenta Eliseu Macedo.

 

O SOL sabe que esta questão dos atrasos é levantada há pelo menos três anos junto da Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações) por empresas do sector, em consultas públicas. Mas fonte oficial do regulador diz que, das queixas recebidas durante o Euro 2012 e já analisadas, «não houve reclamações sobre delays na emissão». A Anacom diz ainda que não está definido qualquer limite máximo para os atrasos das emissões em directo.

 

Quem ouve e vê primeiro?


1.º Rádio

 

2.º Televisão analógica (canais generalistas por subscrição ou todos os canais da ZON, de quem não tem box)

 

3.º Televisão digital sem HD

 

4.º Televisão digital com HD

 

5.º Tecnologias de IPTV (que incluem os mecanismos utilizados para se ter funcionalidades, como maior velocidade no zapping, na televisão paga)

 

Noticia do Sol

publicado por olhar para o mundo às 09:53 | link do post | comentar
Quinta-feira, 28.06.12

Duas soluções de tecnologia de baliza passaram os testes

Duas soluções de tecnologia de baliza passaram os testes


Dois sistemas de tecnologia para a linha de baliza, o Hawk-Eye e o GoalRef, passaram nos testes científicos impostos pelo International Board.


Os resultados dos testes foram suficientemente positivos para convencer mesmo os membros mais cépticos do International Board (IB), escreve o diário britânico “The Guardian”, citando fontes do organismo que rege as leis do futebol.

O IB sublinha, no entanto, que o sistema que vier a ser aprovado será um auxílio para o árbitro e não um meio de decisão autónomo. O árbitro continuará a ter a última palavra.

Está marcada uma reunião para dia 5 de Julho em Zurique, onde será tomada uma decisão sobre o tema.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, admitiu após a não validação de um golo à Ucrânia (num lance em que a bola ultrapassa a linha) que a introdução de tecnologia no futebol “já não é uma alternativa mas sim uma necessidade.”

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 08:38 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

posts recentes

últ. comentários

  • Comigo acontece do mesmo jeito mas quem dorme sou ...
  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO