Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

31
Jan14

Elton John «Goodbye Yellow Brick Road» reeditado a 24 de Março

olhar para o mundo

Elton John  «Goodbye Yellow Brick Road» reeditado a 24 de Março

 

Elton John

«Goodbye Yellow Brick Road»
reeditado a 24 de Março

Edições deluxe incluem versões de Ed Sheeran, Miguel, John Grant, Emeli Sandé entre outros


 

«Goodbye Yellow Brick Road», o inovador álbum apresentado, em 1973, por Elton John, foi remasterizado e vai conhecer nova vida, em CD, vinil, edição limitada em vinil amarelo e Box-Set, composta por CD com o registo de «Live At Hammersmith 1973», um DVD do filme de Bryan Forbes, «Elton John and Bernie Taupin Say Goodbye To Norma Jean and Other Things», de 1973, além de um livro de 100 páginas e capa dura, que revela fotografias raras, memorabilia e novos textos, entre os quais entrevistas com Elton John e Bernie Taupin. As edições Deluxe e  Box-Set incluem, ainda, uma colecção de versões novas de clássicos.

 

Foi este o álbum que criou uma verdadeira super-estrela. Foi a edição deste disco-duplo, «Goodbye Yellow Brick Road», que consagrou Elton John. Vendeu 31 milhões de exemplares. Nos EUA, o álbum passou oito semanas no nº1 e foi sete vezes Platina. É nele que se pode encontrar o maior sucesso de Elton John e do seu parceiro de escrita, Bernie Taupin: «Candle In The Wind». O disco foi, ainda, incluído na listagem da revista Rolling Stone dos 100 Melhores Álbuns de Todos Os Tempos.

 

O eterno legado de «Goodbye Yellow Brick Road» mantém-se e muitos são os novos artistas que têm vindo a referir a importância que o álbum teve nas suas carreiras. Por isso, nomes como o vencedor de um prémio BRIT, Ed Sheeran («Candle In The Wind»), a sensação do R&B, Miguel («Bennie And The Jets») ou a banda rock, Fall Out Boy («Saturday Night’s Alright For Fighting») acrescentam as suas próprias interpretações destes clássicos, num disco-extra, composto por versões sensacionais. Gravado sob a batuta do produtor Peter Asher, a contínua influência de Elton e Bernie, em cantores actuais de R&B, soul ou rock, só prova aquilo que todos já sabiam: o seu brilho nunca perdeu intensidade.

 

Saiba mais aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub