Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

31
Mai13

Cacilheiro "Trafaria Praia" já está em Veneza

olhar para o mundo

"Trafaria Praia" já está em Veneza 

O projecto "Trafaria Praia", de Joana Vasconcelos, que representa Portugal na Bienal de Veneza deste ano, abre ao público de 01 de Junho a 24 de Novembro. 


Comissariado por Miguel Amado, "Trafaria Praia" é um simples cacilheiro que se trnsformou em pavilhão flutuante e obra de arte.

 

O "Trafaria Praia" estará ancorado na Riva dei Partigiani, junto à paragem de vaporetto, o autocarro de Veneza, dos Giardini, e circulará na Lagoa de Veneza duas vezes por dia, pelas 10:30 e e nas tardes pelas 16:00.

 

Estará aberto ao público de terça a domingo, das 10:00 às 18:00.

04
Mai13

Cacilheiro de Joana Vasconcelos já está a caminho de Veneza

olhar para o mundo

Cacilheiro de Joana Vasconcelos já está a caminho de Veneza

Trafaria Praia, o cacilheiro transformado em obra de arte, já está na água. Chega a Veneza a 20 de Maio.

Foi este sábado, pela manhã, que o cacilheiro Trafaria Praia, transformado em obra de arte pela artista Joana Vasconcelos, partiu rumo a Veneza, para representar Portugal na bienal de arte deste ano.

 

Rebocado por um navio especial, o cacilheiro obra de arte tem como destino final os Giardini, zona nobre da exposição. O acontecimento teve direito a cerimónia especial, com um cacilheiro com amigos, convidados e jornalistas a acompanhar o Trafaria Praia no seu percurso inicial no rio Tejo. Apenas foi possível ver o exterior do barco, que está previsto que chegue a Veneza a 28 de Maio. O projecto da artista, em forma de pavilhão flutuante, com intervenção têxtil e painel de azulejos no interior, representando uma vista panorâmica de Lisboa, só será revelado na totalidade a 1 de Junho, quando abre ao público a bienal.

 

O projecto, com curadoria de Miguel Amado, é apoiado pela Direcção-Geral das Artes, pela Transtejo, que cedeu o cacilheiro, e por entidades privadas. Em declarações ao PÚBLICO, Joana Vasconcelos disse que o projecto ainda está em aberto em termos de financiamentos, referindo que se trata de uma iniciativa pioneira em muitas dimensões: “Mesmo com o esforço do Estado, que tem pouca verba, pode-se, com os privados, concluir projectos de grande escala em arte. Isso acontece internacionalmente, mas aqui não existe essa cultura. Espero que esta iniciativa seja exemplo para que outros não desistam de concretizar os seus projectos.”  

 

Esta manhã, a artista fez questão de se deslocar à localidade da Trafaria, onde foi recebida pela presidente da junta de freguesia local e por uma centena de habitantes. Entre os presentes estavam duas dezenas de manifestantes, envergando camisolas negras, em protesto contra a intenção do Governo, anunciada em Fevereiro, de construir um terminal de contentores na Trafaria.

 

Retirado do Público

04
Jul12

Joana Vasconcelos mostra 'A Noiva' em Paris, um lustre com tampões higiénicos

olhar para o mundo
Joana Vasconcelos mostra 'A Noiva' em Paris, um lustre com tampões higiénicos
A escultura ‘A Noiva’, peça criada pela artista plástica Joana Vasconcelos com milhares de tampões higiénicos, vai ser exibida no Centquatre, em Paris, a partir de quarta-feira, anunciou o ateliê da criadora.

Criado a partir de 2001, o lustre com cinco metros viria a ser terminado em 2005, ano em que foi exibido como peça principal na Bienal de Arte de Veneza por convite da organização do certame mundial dedicado à arte contemporânea.

 

Actualmente, Joana Vasconcelos tem em exposição de 17 obras no Palácio de Versalhes, em Paris, mas ‘A Noiva’ foi recusada pela organização com a justificação de que não se adequava ao espaço.

 

No entanto, a artista foi convidada a expor a peça no centro cultural Centquatre, também em Paris, cuja programação inclui exposições e espectáculos de teatro, música e dança.

 

Contactada pela Lusa, fonte do gabinete de imprensa do atelier Joana Vasconcelos contabilizou a participação de ‘A Noiva’ em 13 exposições - a segunda em Paris - tornando-a na peça mais vezes apresentada publicamente até hoje.

 

O lustre de cinco metros, criado com tampões higiénicos femininos já foi mostrado em Lisboa, Cascais, Elvas, Budapeste, Corunha, Vigo, Paris, Veneza, Walsall (Reino Unido) e Istambul.

Em 2007, Joana Vasconcelos também apresentou uma exposição paralela à Bienal de Veneza, no Palazzo Nani Bernardo Lucheschi, onde mostrou, entre outras, a peça ‘Dorothy’, um sapato gigante criado com dezenas de típicos tachos portugueses, e uma colcha de sete metros feita em crochet manual, que ficou pendurada na fachada do antigo edifício.

 

No mês passado, a Secretaria de Estado da Cultura anunciou que a artista vai representar oficialmente Portugal na próxima Bienal de Arte de Veneza, em 2013.

 

Nascida em Paris, em 1971, Joana Vasconcelos mostrou em 2010, no Museu Colecção Berardo, em Lisboa, a primeira exposição antológica, intitulada ‘Sem Rede’, com 37 obras.

 

A exposição individual de Joana Vasconcelos no Centquatre, com ‘A Noiva’, vai ser inaugurada às 19h00 de quarta-feira, abre ao público na quinta-feira, e ficará patente até 18 de Setembro de 2012.

 

Noticia do Sol

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub