Domingo, 12.05.13

Sexo - Paixões de verão

Paixões de verão

Saiba quais os melhores locais para fazer amor

O verão é tempo de férias, de descontração, de calor, as pessoas sentem-se mais livres, mais despreocupadas o que se torna propício a novos relacionamentos. As férias para locais distantes dispertam a curiosidade de conhecer pessoas novas, de ter aventuras e experiências diferentes, surgem os olhares atrevidos, a sedução, as paixões intensas e tórridas, as peles bronzeadas, os corpos menos cobertos e tudo isto é o cenário perfeito para encontrar o seu amor de verão!

 

Vale a pena viver uma paixão assim, poder encontrar alguém que a atraia em diversos lugares: na praia, na esplanada, no restaurante, num passeio, numa discoteca,… Todos estes sítios são certos para encontrar a sua aventura. O importante é divertir-se, não pensar no futuro, e desfrutar todos os momentos como um casal, ver o pôr-do-sol, passear numa praia deserta, dar longas caminhadas pela praia à noite...

 

Seja ele fugaz ou duradouro, o melhor é aproveitar os dias ao máximo com total liberdade, sem criar expectativas, sem compromissos, criando uma história de verão inesquecível e vivendo-a intensamente ao sabor deste momentos únicos. Já dizia o poeta: “ Que seja infinito enquanto dure.”

 

Inspire-se nas nossas sugestões sobre os locais ideais para fazer amor e aproveite os últimos dias de calor das mais variadas maneiras, loucas e curiosas.

 

No mar: Alugue um barco a remos e vá até ao meio do mar, num local sossegado, aproveite a adrenalina e o medo de serem apanhados como estímulo sexual.

 

Num parque de diversões: Para quem gosta de aventura, nada melhor do que criar outra aventura dentro da cabine da roda gigante, desfrutando do tempo da “viagem” e vivendo um dos melhores momentos sobre uma paisagem incrível.

 

Num estádio de futebol: Depois de ele a convencer a assistir a um jogo de futebol ao vivo, convença-o a fazer amor consigo nesse mesmo local. Aproveite a altura em que o jogo está a decorrer e leve-o para um sítio escondido.

 

Numa cascata: Se tiver de férias num local repleto de lagos e cascatas, escolha uma hora menos movimentada ou até mesmo uma pequena cascata que não seja frequentada e leve a sua paixão de verão para trás da queda de água, mais romântico e excitante não poderia ser.

 

Na praia: É o local mais comum mas não deixa de ser entusiasmente, leve uma tenda ao fim da tarde para uma praia e combine passar lá a noite. Prepare uma cesta com comida afrodisíaca, desfrute do pôr-do-sol e de uma noite de amor.

 

No teleférico: Se tiver numa cidade com teleférico e se as cabines forem individuais, é um local perfeito para fazer amor. Tendo em conta que está suspenso e com muito cuidado por causa do balanço, sejam discretos e aproveitem.

 

No chuveiro: Mais um local que não deixa de ser comum mas depois de um dia quente de praia, leve-o para casa e prepare-lhe uma surpresa. Seja na banheira ou no chuveiro, viva momentos de paixão.

 

Num campo de golfe: Se ele gosta de golfe pode desafiá-lo para uma partida e vencedora ou vencida, escolha um local seguro no descampado, de dia ou de noite, e aproveite.

 

No Spa: Se está hospedada num hotel com Spa, veja uma hora que a sauna esteja vazia e aproveitem para aquecer ainda mais o ambiente.

 

No parque: Durante um passeio à noite, escolha um parque de merendas fora da cidade que, normalmente têm parque de diversões para crianças e tranforme o baloiço numa brincadeira de adultos.

 

Numa casa abandonada: Com muito cuidado com o estado da casa e de serem vistos, escolha umas ruínas e façam o vosso reconhecimento do território.

 

Num miradouro: Estacionados num miradouro, estendam uma manta no capot do carro, desfrutem do luar e das estrelas e entreguem-se ao prazer.

 

No campo: Organize um piquenique no meio do campo de flores selvagens em comunhão com a natureza e transforme a sesta da tarde num momento de amor.

 

Na montanha: Numa caminhada, suba a montanha, reconheça a paisagem magnífica e aprecie o pôr-do-sol da melhor forma.

 

Nos provadores de uma loja: Numa ida às compras enquanto supostamente vai experimentar a roupa, muito discretamente, pode conseguir a rapidinha mais curta do mundo, mas também a mais inesquecível.

 

Retirado de Sapo Mulher

publicado por olhar para o mundo às 23:45 | link do post | comentar
Quarta-feira, 27.06.12

Sexo na menopausa, o encontro entre a paixão e a maturidade

Sexo na menopausa o encontro entre a paixão e a maturidade

 

Existe época apropriada para uma mulher se apaixonar? A maturidade vivida pelas mulheres no período da menopausa, traduzida por alterações de ciclos hormonais e modificações do corpo, são realmente fatores limitantes para o prazer, a vida sexual, o amor? Pois acredite, a resposta é não!

 

Foi-se o tempo em que a mulher pós 50 anos deveria simplesmente conformar-se com seu novo ciclo de vida a deixar de lado os prazeres sexuais. Muito pelo contrário.

 

Esta é a fase em que o sexo pode se transformar em uma atividade ainda mais satisfatória, uma vez que não existem mais transtornos como, por exemplo, uma gravidez indesejada. Normalmente bem-resolvidas em relação aos seus parceiros e com os deveres de mãe, esposa e profissional já cumpridos, elas podem, e devem, aproveitar os tratamentos médicos, como reposições hormonais, para viverem tórridas paixões na cama.

 

E mais: levando-se em consideração que a expectativa de vida das mulheres brasileiras gira em torno de 76 anos de idade (IBGE, 2008), e que a menopausa ocorre por volta dos 50 anos, conclui-se que o período pós-menopausa representa cerca de 30% da vida de uma mulher! Anos que podem, sim, representar verdadeira felicidade entre quatro paredes.


Médicos especialistas em sexualidade feminina são unânimes em afirmar que a busca pelo prazer não é uma característica definida por faixa etária. Criar ambientes românticos, eliminar preconceitos relacionados às fantasias sexuais e admirar a beleza ainda existente no corpo maduro são capazes, de fato, de reascender o desejo e restabelecer a satisfação plena sexual das mulheres. Que, diga-se de passagem, em muitos casos, não foi alcançada nem mesmo durante a juventude.

 

Por Adriana Cocco

 

publicado por olhar para o mundo às 21:45 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO