Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

14
Mai17

ACERT - 13 Peripécia Teatro

olhar para o mundo

peripécia.jpg

 

 

13
Peripécia Teatro
TeatroPreço: 7,5 / 5 €

 

Local:  Auditório 1
Data/Hora:  Sáb. 20 de maio de 2017 às 21:45

"A Ciência não é mais do que a investigação de um Milagre inexplicável, e a Arte, a interpretação desse milagre.” Ray Bradbury
 
Em 2017 celebra-se o 100º aniversário das aparições de Fátima. Estas celebrações coincidem com 13º aniversário da Peripécia Teatro e a sua criação de 2017 será a 13ª produção. Os três pastorinhos são personagens da primeira criação desta companhia, estreada em maio de 2004: IBÉRIA - A Louca História de uma Península. Tendo em conta estes sinais, o espetáculo terá o título 13 e estreará em maio de 2017, a 40 Km da Cova de Iria: Benedita, Concelho de Alcobaça. Dá para ir a pé.

O espetáculo 13 não segue uma linha narrativa próxima ao thriller bíblico, nem uma linha cómica sobre a fé paranormal. Também não segue uma linha satírica sobre o fanatismo milagreiro, nem uma linha dramática sobre três crianças num Portugal profundo, em plena Primeira Grande Guerra, à procura do amor e da proteção que lhes faltou.
13 é um nó cego entre todas estas linhas.
Uma Co-produção: Peripécia Teatro / Município de Alcobaça / Teatro do Avesso


PREÇO: 7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ / Bilhete família disponível




Ficha TécnicaCriação e Interpretação: Ángel Fragua, Noelia Domínguez e Sérgio Agostinho
Iluminação: Paulo Neto
Espaço cénico: Zétavares
Produção: Sara Casal
Co-Criação e Direção: José Carlos Garcia

Peripécia Teatro
13ª Produção
13 anos de criação
100º aniversário das aparições da virgem de Fátima
Estreia: maio de 2017.

Sáb. 20 de maio de 2017 às 21:45

19
Nov15

Finta 2015 - FARDO Peripécia Teatro

olhar para o mundo

fardo.png

 

FARDO

Peripécia Teatro


Um espetáculo do Peripécia Teatro, inspirado no universo das máscaras do Entrudo de Lazarim
 

A criação deste espetáculo assenta no jogo teatral da máscara, com origem em ritos ancestrais e cumprindo uma função comunitária onde a ligação à terra e aos seus ciclos reflecte o movimento da vida e os seus momentos de reflexão e continuidade. Inspirado no universo das máscaras de madeira do Carnaval de Lazarim, Fardo põe em cena os elementos de um imaginário ancestral que é matéria comum a muitos dos nossos gestos. Nas palavras dos seus criadores, esta é uma criação de Inverno, um Entrudo peculiar. Um ritual de passagem entre o sonho e o térreo, entre o nada e o riso. Um divertimento sobre a Morte, enquanto não chega a Primavera.


Sábado, 21 de novembro às 21:45
Auditório 1
Acert Tondela

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D