Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

27
Nov13

Violetta: banda sonora da série da Disney no nº3 do Top Nacional

olhar para o mundo

Violetta


Violetta: banda sonora da série da Disney
no nº3 do Top Nacional

O disco da série Violetta entrou directamente para o nº3 do Top Nacional de vendas. Violetta é um dos maiores sucessos do ano do Disney Channel e a banda sonora já vendeu milhões de discos em todo o mundo.

 

Este sucesso foi alcançado inicialmente na América Latina, Itália, Espanha e França. Na Argentina, a banda sonora atingiu a dupla platina.

 

O disco foi editado em Portugal a 18 de Novembro e conta com 14 temas e 5 vídeos inéditos das músicas “En mi mundo", "Te creo", "Voy por ti", "Juntos somos más" e "Entre tú y yo".

 

A série conta a história de uma rapariga que regressa à sua cidade natal, Buenos Aires, após alguns anos a viver na Europa. Aí encontra amigos leais, descobre o verdadeiro amor e uma paixão pela música.

 

iTunes
Youtube

09
Mar13

Série sobre a Bíblia com Diogo Morgado bate recorde de audiências nos EUA

olhar para o mundo

Série sobre a Bíblia com Diogo Morgado bate recorde de audiências nos EUA

O actor português interpreta Jesus Cristo na série do Canal História The Bible. É já um dos programas mais vistos, em 2013, na televisão por cabo norte-americana.

A estreia de The Bible , protagonizada pelo actor português Diogo Morgado, atingiu, no domingo, um recorde nas audiências no Canal História nos EUA, tendo sido vista por 13,1 milhões de pessoas, revelou o Huffington Post , citando a agência Associated Press.

 

Se incluirmos a repetição do episódio nesse mesmo dia, o número de espectadores sobe para 14,8 milhões. A audiência do primeiro episódio da série ultrapassou o número de espectadores – 11,3 milhões, segundo a mesma fonte – da série  The Walking Dead, outro dos favoritos da televisão por cabo norte-americana.

A série The Bible, produzida por Mark Burnett, produtor executivo deSurvivor, e a sua mulher, a actriz Roma Downey, para o Canal História, destacou-se, até ao momento, como um dos programas mais vistos, em 2013, na televisão por cabo norte-americana.

 

Encenando vários acontecimentos encontrados no Antigo e Novo Testamento, “desde o Genesis à Revelação” - nas palavras de Burnett ao jornal Christian Post -, The Bible é uma mini-série, com um total de 10 horas, que está a ser exibida durante o mês de Março, tendo agendada o seu último episódio para o dia 31, Domingo de Páscoa.

 

“O sucesso deThe Bible catapultou o Canal História para uma das marcas mais poderosas no panorama dos meios de comunicação social e não podíamos estar mais entusiasmados”, disse Nancy Dubuc, presidente da cadeia A&E, à qual pertence o Canal História, citada pela imprensa norte-americana. “A paixão por este projecto ressoou entre os nossos telespectadores e por toda a nação”, acrescentou.

 

Por sua vez, Mark Burnett disse ao Christian Science Monitor que este projecto procura colmatar a “iliteracia bíblica” que existe entre os mais jovens. “Na escola temos de conhecer Shakespeare mas não a Bíblia. Tem de haver uma forma de olhar para isto de um ponto de vista puramente literário”.

 

A cadeia televisiva defende que o programa é para todos. “Eu não vejo esta série como uma produção cristã”, declarou Nancy Dubuc ao The New York Times, “Somos uma marca global e procuramos chegar a todos as crenças e formas de vida”. Entre os 47 conselheiros teológicos da série havia um rabi. 

 

Diogo Morgado explicou ao Christian Post como foi encarnar uma das figuras mais míticas da História. “Fiquei assustado quando soube que ia representar Jesus”, admitiu. “Fui ao lugar onde, supostamente, tudo aconteceu e envolvi-me com essa energia”.

 

Numa entrevista ao Examiner, Morgado, de 33 anos, revelou que para se preparar para este papel não lhe bastou ler a Bíblia. “Comecei a ler a Bíblia e a ver  tudo o que podia sobre o assunto. Depois parei porque percebi que não existia uma escola de representação que me pudesse ajudar nesta tarefa de representar Jesus Cristo. Tem mais a ver com a nossa energia e com o nosso espírito do que propriamente com algo que se possa racionalizar. Para mim foi uma viagem, foi único”. Quando o Christian Post lhe perguntou se o papel de Jesus Cristo foi até agora o mais desafiante da sua carreira, Morgado devolveu a pergunta: “Isso é mesmo uma pergunta?! Claro! Não há nada mais difícil do que isto, Jesus é a figura mais completa e complexa da humanidade.

Diogo Morgado, que contou ao Christian Post ter tido uma educação católica, espera que a série possa servir um propósito educativo. “Acredito que as pessoas que não são muito espirituais (…) depois de verem isto passarão a ligar mais ao seu lado espiritual".

 

Não se sabe ainda se o facto de Morgado ter sido escolhido para o papel principal está, de algum modo, relacionado com o facto de o norte-americano James Foley, realizador de filmes como À Queima-Roupa e O Sucesso a Qualquer Preço, ter dito ao Hollywood Reporter, em 2009, que o actor português era uma “estrela em ascensão”, depois de o ter seleccionado para integrar o elenco do filme Mary, Mother of Christ que vai estrear em 2014. Diogo Morgado interpretou o papel de José na longa-metragem de Foley, ao lado de Al Pacino (Herodes) e Peter O' Toole (Simião), uma produção independente que conta a história de José e Maria até ao nascimento de Jesus.

 

Diogo Morgado, que os espectadores portugueses conhecem do telefilme Amo-te Teresa (2000), da mini-série A Vida Privada de Salazar (2009), do filmeO Crime do Padre Amaro (2005) e das telenovelas Vingança (2007-2008) eLaços de Sangue (2010-2011),  fez um curso de realização nos Estados Unidos, em Los Angeles, e foi nessa altura que conheceu o seu agente norte-americano, que lhe garantiu a audição para esse papel.

 

Série estreará em Portugal?


O recorde de audiências não reflecte, ainda assim, a opinião dos críticos, até ao momento. A crítica televisiva Allison Keene, do The Hollywood Reporter, considera que a série não faz jus ao “livro mais conhecido e popular na história da humanidade”. “A Bíblia nunca parece descobrir uma forma de se apresentar. Por vezes mantém-se fiel às escrituras, mas depois faz coisas como colocar anjos com habilidades de ninjas”, justifica.

 

Neil Genzlinger, do New York Times, mostrou-se desiludido com a abordagem que Mark Burnett faz dos acontecimentos bíblicos, comentando com ironia o uso dos efeitos especiais. “Aqueles que estão à espera que os antigos milagres sejam melhor servidos pelos efeitos especiais disponíveis em 2013 do que foram no passado, devem preparar-se para uma desilusão. A Travessia do Mar Vermelho não é mais convincente aqui do que era para Charlton Heston [no filme Os Dez Mandamentos], em 1956”.

 

Neuza Farinha, da agência de comunicação do Canal História, em Portugal, esclarece que “a série não vai ser transmitida no mercado português. Será exibido apenas a nível internacional, no History Channel. Esta é a informação que temos”. Na sua página de Facebook, Diogo Morgado elucidou amigos e fãs dizendo que “ (…) muito provavelmente estreará em Portugal a versão filme nos cinemas, uma vez que o projecto consiste numa mini-série, que será também um filme. Quem quiser mesmo muito ver, já pode fazer a pré-encomenda dos DVDs no Amazon”. 

 

Retirado do Público

08
Out12

“Santos de Portugal” é a nova serie da RTP2

olhar para o mundo

“Santos de Portugal” é a nova serie da RTP2

 

“Santos de Portugal” é uma produção da Companhia das Ideias, e vai fazer-nos viajar pela história do catolicismo desde a figura histórica de Jesus Cristo até aos dias de hoje. 


O que é um santo? Como nasceu este título? Por que é que o Cristianismo precisa de santos? São algumas das questões que vão sendo respondidas, aos sábados, ao longo de 30 minutos por episódio.

 

Esta é uma serie, que segundo a RTP2, se apresenta para crentes e não crentes, visto que oferece um olhar cientifico sobre os homens e mulheres que mudaram a história de Portugal e que acreditaram ter aceitado o chamamento de Deus. 


Entre eles, Santo António, Rainha Santa Isabel, São Teotónio e São Marcos, nomes vistos e revistos, por especialistas em teologia, padres, leigos e jornalistas. Os programas vão contar ainda com ilustrações originais, imagens de arquivo e de projecção computorizada, amostras retiradas de comunidades religiosas.

 

O primeiro de dez programas traz-nos a figura de São Nuno de Santa Maria, o último português canonizado, em 2009, e que ficou celebremente conhecido como o Condestável do Reino de João I, o primeiro rei da segunda dinastia. 


Nuno Alvares Pereira, nome de baptismo, foi considerado um herói em 1385, após ter ajudado o reino a vencer a batalha de Aljubarrota. 
Mais tarde abandonou os seus títulos e a sua vida para se juntar aos monges carmelitas, na casa que mandou construir, o Convento do Carmo, em Lisboa.

 

Retirado do HardMúsica

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub