Terça-feira, 02.06.15

Barreiro - Varino Pestarola , Embarcação Tradicional já está disponível para Visitas

Varino Pestarola.jpg

 

 

Varino Pestarola

 

Embarcação Tradicional já está disponível para Visitas

 

Já arrancou a época do Varino Pestarola. A embarcação tradicional, propriedade do Município, encontra-se a navegar até setembro. As marcações podem ser efetuadas no Posto de Turismo, situado no edifício do Mercado Municipal 1º de Maio, Av. Alfredo da Silva, aberto de terça-feira a sábado, das 9h30 às 13h00 e das 14h30 às 18h00, através do telefone 21 206 8287, ou através do endereço de correio eletrónico postodeturismo@cm-barreiro.pt.

 

Visitas:

Circuito da Ilha do Rato

Circuito do Estuário do Tejo

Circuito do Estuário do Coina

Circuito Ribeirinho

 

Lotação máxima: 23 passageiros + tripulação

Lotação mínima: 5 passageiros + tripulação

Local de embarque / desembarque: Av. Batalhão de Sapadores do Caminho-de-Ferro, Barreiro

Preço das visitas: de acordo com o estabelecido no Regulamento e Tabela de Tarifas do Município do Barreiro (disponível no sítio Oficial da Câmara Municipal do Barreiro na Internet, página http://www.cm-barreiro.pt/frontoffice/pages/694?event_id=25).

 

Horário das Visitas:

Manhã: das 9h30 às 12h00

Tarde: das 14h30 às 17h00

Dia Inteiro: das 10h00 às 16h00

 

 

CMB 2015-06-02

publicado por olhar para o mundo às 23:01 | link do post | comentar
Sexta-feira, 04.01.13

Janeiras cantam-se nos Paços do Concelho em Lisboa

Janeiras cantam-se nos Paços do Concelho em Lisboa

Pelas 18:30 do dia 07 de Janeiro, o Grupo de Cantares Tradicionais do Instituto Superior Técnico, da Universidade Técnica de Lisboa estará nos Paços do Concelho em Lisboa para “Cantar as Janeiras”.

“Cantar as Janeiras” é uma tradição que há muito existe nas zonas rurais do país, mas que tem vindo a conquistar os espaços urbanos pelo que ouvi-las no Paços do Concelho em Lisboa , começa já a ser um hábito.

 

Deste modo e com a presença do presidente da edilidade e da vereação, as Janeiras serão cantadas, nos Paços do Concelho, em Lisboa, a 07 de Janeiro.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 08:29 | link do post | comentar
Quarta-feira, 21.11.12

Papa reafirma virgindade de Maria e diz que o burro e a vaca não estavam no presépio

Papa a receber cópia do livro
Papa a receber cópia do livro "A Infância de Jesus" ()

A virgindade da mãe de Jesus Cristo é uma verdade “inequívoca” da fé. Os católicos já o sabiam, mas a doutrina é reafirmada pelo Papa Bento XVI que, num livro posto à venda esta quarta-feira, afirma também que não havia burro nem vaca no presépio de Belém.

 

“Maria é um novo início; o seu filho não provém de um homem, mas é uma nova criação: foi concebido por obra do Espírito Santo”, escreveu o Papa em A Infância de Jesus, lançado esta quarta-feira em Portugal e noutros países.

“Jesus, nascido de Maria, é plenamente homem e plenamente Deus, sem confusão e sem separação”, refere uma das passagens divulgadas após a apresentação, na terça-feira, no Vaticano.

O Papa entende que a virgindade de Maria e a ressurreição de Jesus devem ser vistas pelos católicos como “pilares da fé” porque são sinais inegáveis do poder criador de Deus. “Se Deus não tem poder sobre a matéria, então Ele simplesmente não é Deus”, escreveu, segundo a Reuters.

O livro dedica uma secção à adoração do Jesus recém-nascido pelos Reis Magos e diz que apesar de ele próprio acreditar que o episódio tenha acontecido, refere que nenhum fundamento da fé seria abalado caso se verificasse tratar-se de uma construção baseada numa ideia teológica.

No local do nascimento de Jesus “não havia animais”, diz também, segundo o El País. O jornal espanhol refere, embora sem fazer citações directas, o caso da vaca e do burro e atribui ao Papa a afirmação de, com quase toda a probabilidade, a estrela de Belém ser uma supernova.

O livro pretende ser uma resposta às questões sobre a origem de Cristo, disse, segundo a agência Ecclesia, o cardeal Gianfranco Ravasi, na apresentação. Em A Infância de Jesus, o Papa, 85 anos, pede aos leitores para deixarem de olhar para Deus como alguém que limita a liberdade individual, destaca a Reuters.

Último de uma trilogia sobre a vida de Jesus Cristo em que o chefe da Igreja Católica começou a trabalhar em 2003, quando, ainda cardeal, Joseph Ratzinger, era prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o livro está dividido em quatro capítulos. Começa com a apresentação da genealogia de Jesus e termina na separação e reencontro com os pais aos 12 anos, em Jerusalém.

A Infância de Jesus segue-se à publicação de dois outros volumes, em 2007 e 2011. A Reuters recorda que nesses livros Ratzinger condenou a violência cometida em nome de Jesus e isentou os judeus de responsabilidade pela sua morte.

O livro está à venda em 50 países, em oito línguas, com tiragem de um milhão de exemplares. Nos próximos meses vai estar disponível em 20 línguas, em 72 países. A edição em Portugal é da Principia.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 20:46 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO