Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

26
Jul17

TRIGO LIMPO teatro ACERT - O Pequeno Grande Polegar em Vila Nova de Paiva

olhar para o mundo

polegar.jpg

 

Espetáculo de rua baseado na personagem do Polegarzinho, esta é a história de como um sonho pode mudar a vida de qualquer comunidade.

 

O Pequeno Grande Polegar 
Rede Cultural Viseu Dão Lafões

Vila Nova de Paiva, Praça do Município
Sábado, 29 de julho de 2017, às 21:30

 

TRIGO LIMPO teatro ACERT prossegue, no quadro da Rede Cultural Viseu Dão Lafões, em Vila Nova de Paiva a digressão pelos territórios da Comunidade Intermunicipal Viseu - Dão Lafões.


Mais um engenho cénico (O Pequeno Grande Polegar) é o mote para um espetáculo de teatro de rua com a participação da comunidade.

Uma semana de intenso trabalho artístico com a comunidade de Vila Nova de Paiva na construção de um espetáculo que ganha singularidades pela adaptação à arquitetura local e pela abordagem narrativa com elementos da história local.


Tudo decorre num processo de formação que, após 5 dias, faz de cada espaço exterior um palco natural mágico que contagia o sempre numeroso público que se identifica com a presença de um novo e gigante morador teatral.


Um texto e música originais que deambulam pelo universo dos contos populares, invocando os malefícios de uma desertificação que pretende por fim ao apego e memórias dos habitantes pelo chão onde nasceram e cresceram. O nascimento de um novo habitante que é pequeno no sentimento, mas que se torna gigante pelo advento de uma nova esperança de felicidade.


O Trigo Limpo teatro ACERT é a companhia portuguesa que, cria engenhos cénicos de grandes dimensões, realizando uma itinerância que tem, em cada localidade, os habitantes como protagonistas de um processo que deixa sinais memoráveis, atraindo público que se inteira e valoriza os elementos de identidade de cada localidade.

 

Acompanhe a digressão no site do Polegar

 

Apresentação seguinte:
5 de Agosto de 2017 o pequeno grande Polegar em Penalva do Castelo

31
Jan17

(RE)NASCIMENTO DO ENTRUDO em Ovar

olhar para o mundo

entrudo.jpg

 

 

(RE)NASCIMENTO DO ENTRUDO
Coprodução Trigo Limpo Teatro ACERT e Câmara Municipal de Ovar



Uma recriação de uma celebração ancestral

A celebração do Entrudo é ancestral.
Quando remexemos na memória coletiva, encontramos momentos festivos, únicos e aglutinadores, de uma vontade comunitária de invocar os tempos antigos num ritual dos tempos modernos.

O novo e o velho mergulham num mar de lembranças e criam momentos inéditos de partilha de saberes, invocando o passado numa inventiva de futuro.

O (Re)Nascimento do Entrudo, espetáculo de Abertura do Carnaval de Ovar 2017,  é uma criação comunitária que pretende recriar a ancestral celebração.
É uma coprodução da Câmara Municipal de Ovar e do Trigo Limpo teatro Acert.
Uma visão grotesca do Dilúvio e de como os peixinhos escaparam ao divinal castigo.

Dia 4 de Fevereiro de 2017 terá lugar o "(Re)Nascimento do Entrudo", às 22 h, em Ovar, na Praça da República com desfile até ao Parque Senhora da Graça onde todas as nossas mágoas serão simbolicamente queimadas.

 

"Quando o mal inunda o mundo
E já não há solução,
Quando o mal inunda o mundo
E já não há solução...
O dono do mundo grita:
Venha água, venha água!
Morra o gato e morra o cão,
A águia e o leão,
O homem e a mulher...
Morra toda a bicharada,
Morra toda a bicharada!"
22
Set16

Fecho do projeto "Viver Viriato" e estreia da coprodução do Trigo Limpo teatro ACERT no Folio

olhar para o mundo

 

 

trigo limpo.jpg

 

Uma última apresentação está longe de ser o fim. Este projeto deixa sementes que germinarão em cada um dos que participaram ou assistiram a qualquer uma das ações realizadas.

Como se poderá despedir o menino gigante do território onde nasceu? Que relação estabelece a estória de Viriatinho “O Grande” com a História? Uma ocasião para que os persona­gens dos quadros do Museu Nacional Grão Vasco, no seu 100º aniversário, saltem das molduras para se certificarem de que as suas memórias fantásticas dão lugar a novas odisseias artísti­cas. Tradição? Modernidade? Que caminhem juntas, deseja o menino grande com coração de passarinho.

Um sonho não acaba nunca, desde que outros se apoderem dele e o prossigam.

O Conservatório Regional de Música embeleza o momento, criando novos arranjos para os temas musicais que foram até aí criados em todos os “Itinerários”, sendo autor e intérprete de uma peça musical original que encerrará o espetáculo e que contará com o desempenho conjunto de todos os participan­tes, enquanto o Viriatinho será ecrã onde é projetado o filme que o Cine Clube de Viseu realizou com as crianças de Passos de Silgueiros.

Transumância #6

24 SET às 21:30 · Largo da Sé

NO CORAÇÃO HISTÓRICO DE VISEU, O AGIGANTADO PROTAGONISTA PLANTA MEMÓRIAS EM EPOPEIA SINFÓNICA

Trigo Limpo teatro ACERT com: Conservatório Regional de Música de Viseu, Cine Clube de Viseu, Grupo Tribal e Zunzum Associação Cultural  
 
Ver site do projeto
 

A Ilha Desconhecida 
estreia absoluta

 
Espetáculo de teatro a partir de “O Conto da Ilha Desconhecida” de José Saramago
Coprodução: Fundação José Saramago e Trigo Limpo teatro ACERT 

No folio 2016 – festival literário internacional de óbidos a estreia de um espetáculo onde se celebram as palavras do nobel português. 

No seu conto, José Saramago convida-nos a uma viagem em “que é necessário sair da ilha para ver a ilha, que não nos vemos se não nos saímos de nós”. Habitar teatralmente esta aventura onde a metáfora se espraia na areia das palavras é desafiante.
 
FOLIO, Festival Literário Internacional de Óbidos
Estreia:  22 de setembro às 18:00 
23, 24, 25, 30 setembro e 1 e 2 outubro 2016
8 apresentações no festival, prosseguindo digressão nacional e internacional em 2016 e 2017
17
Abr15

TRIGO LIMPO - CICATRIZ OU A MULHER QUE FOI MORDIDA POR UM LEÃO

olhar para o mundo

acicatriz.jpg

 

 

CICATRIZ
OU A MULHER QUE FOI MORDIDA POR UM LEÃO


M/12

Humor satírico em tempos absurdos e surrealistas

 
Nos tempos que correm, a realidade cavalga desbragadamente o absurdo. O humor tem de se reinventar a cada momento, tal é a velocidade com que o fantástico das situações e as personagens que lhe dão sustento trocam de pele. O Trigo Limpo teatro ACERT volta a fazer uma incursão por um género dramático desafiante. Um texto criado por Carlos Santiago faz emergir uma dramaturgia que evolui no processo de ensaios, em leituras que testaram as intencionalidades e a afinação da escrita teatral.


Politicamente incorreto? Pois claro, cumprindo a função histórica de um humor que anda no fio da navalha, deixando cicatriz onde remexe para inquietar. Ainda bem que vivemos num mundo sem corrupção, com emprego para todos, sem compadrios nem politiquices que nos fazem estar tão felizes e descansados a ver televisão. Para os poucos que não pertencem a esta multidão, criámos este espetáculo como tratamento apaziguador da sua despropositada cólera.

 

 Aud. 2
13 e 14 Fev'15 às 21:45
 
 Aud. 2
 20 e 21 Fev'15 às 21:45
 
Teatro O Bando - Palmela
Sábado, 7 mar'15 às 21:00
 
Teatro O Bando - Palmela
Domingo, 8 mar'15 às 17:00
 
ARCA Alvarim
 Sáb, 18 abr'15
 
 Gouveia
 Sáb, 25 abr'15 às 21:30


 

11
Fev15

Trigo Limpo Estreia Cicatriz ou a mulher que foi mordida por um leão

olhar para o mundo

 

 
CICATRIZ
OU A MULHER QUE FOI MORDIDA POR UM LEÃO
 
Estreia 13 de Fevereiro, às 21:45
Dias 13, 14, 20 e 21 de Fevereiro no Novo Ciclo ACERT, Tondela

Com texto do dramaturgo galego Carlos Santiago e encenação de José Rui Martins,Cicatriz é a mais recente produção do Trigo Limpo teatro ACERT, uma comédia satírica com um pé na realidade e outro no absurdo. A história da mulher mordida por um leão deixará dúvidas sobre a verosimilhança do episódio, mas o tempo confirmará que muito mais impensável do que essa dentada é a teia de promessas e obrigações unilaterais criada por um estado social que se vai esboroando e por uma dívida que parece ter tido nascimento milagroso, quase de geração espontânea.

Esta Cicatriz é resultado da lesão que uma vontade determina sem se conhecer quando e como ficará curada. A cicatrização deixa sinais estéticos que, na maior parte das vezes, têm mais impacto para quem observa do que para quem está sarado. É este o nosso desejo. Cabe ao público certificá-lo. Se, como disse mestre Charlie Chaplin, “o impossível é o possível que nunca foi tentado", eis-nos perante uma cicatriz que expomos sem traumas, pelo prazer que nos deu a sará-la sem receita. Este espectáculo revela dentadas felinas que nos mordiscam incessantemente, consentindo que os espectadores se horrorizem ou trocem das nossas/suas feridas que, por tão vulgares, estão ao alcance de todos os que se enovelam nas bem-aventuranças do estado do bem-estar. 
 

texto: Carlos Santiago 
encenação: José Rui Martins
interpretação: António Rebelo, João Silva, Pedro Sousa e Raquel Costa

104.ª Produção | M/ 12 Anos

04
Fev15

Trigo Limpo teatro ACERT apresenta Cicatriz

olhar para o mundo

cicatriz.jpg

 

 

O Trigo Limpo teatro ACERT regressa ao humor com um texto dramático de Carlos Santiago sobre o mundo em que nos calhou viver. A palavra ao autor: "Cicatriz é uma comédia satírica que se insere na tradição do absurdo e do humor surrealista. Tomando como pretexto as promessas de redenção social das quais nasceu o estado do bem-estar, a peça explora, em registo irónico, a dívida que inevitavelmente compromete os indivíduos na sociedade moderna sem por isso resolver os seus próprios dramas vitais".

Estreia, 13 de fevereiro de 2015 às 21:45 no Auditório 2

 

06
Mai14

Apresentação da digressão 2014 de 'a viagem do elefante'

olhar para o mundo

a viagem do elefante 

“A Viagem do Elefante” 2014

Trigo Limpo teatro ACERT


Conferência de Imprensa de apresentação da digressão “A Viagem do Elefante” por Viseu Dão-Lafões. Dia 8 de Maio, às 12h no Novo Ciclo ACERT (Tondela)

 
“A Viagem do Elefante” em digressão pelo território Viseu Dão-Lafões

O Trigo Limpo teatro ACERT continua a cumprir um dos desejos de José Saramago: “no interior de cada país está o seu destino”
 
Com a presença de Pilar del Río, da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão-Lafões e de representantes dos municípios que acolhem o projeto.
 
 
O ano de 2013 ficou significativamente marcado no historial da companhia de teatro da ACERT:

  • 11 espetáculos em 9 localidades portuguesas e em Espanha, numa digressão onde o grupo permaneceu 66 dias em residência nos locais onde ocorreram as apresentações;
  • cerca de um milhar de participantes/atores e músicos estiveram ativamente envolvidos numa viagem que ancorou em praças e espaços públicos onde o elefante Salomão contou a sua história a cerca de 20.000 espectadores.

 
“A Viagem do Elefante” andarilhou pelo roteiro cultural “O Caminho de Salomão”, percorrido por José Saramago, um ano antes da sua morte, com o objectivo de dar a conhecer por outras perspetivas o país que trazia no coração. O Trigo Limpo teatro ACERT e as populações que receberam o espetáculo sentiram partilhar o desejo do nosso escritor.
 
Um novo roteiro será palmilhado, tendo como promotora a Comunidade Intermunicipal Viseu Dão-Lafões, enquadrada nos projetos “Melhorar e integrar a oferta cultural e calendário de eventos”. Novas geografias possibilitarão que as populações sejam protagonistas e não só espectadores. Viventes além de videntes, cumprindo-se, em cada localidade, o anseio dum “caminhar da história e não a sua decadência, […] os nomes das pessoas que as habitam, os sonhos que os motivam a viver humanamente num lugar feito à medida humana”.
 
Em 2014, a viagem continua por mais localidades, iniciando-se a 24 de Maio, numa digressão intensa até 27 de Setembro, compreendendo outros espectáculos, para além da digressão no âmbito da CIM.
 
De malas aviadas, os ACERTinos partem para a segunda etapa duma aventura comunitária emocionante e criativamente aliciante.
 
Serão cerca de três meses de partilha humana com as populações, valorizando os seus territórios e enfatizando as suas identidades e a sua forma de bem receber o numeroso público que, de outras geografias, os habitam num acontecimento que é singular em cada espaço onde o espetáculo habita.

08
Nov13

Trigo Limpo Teatro ACERT no Teatro Nacional D. Maria II.

olhar para o mundo

Trigo Limpo


Trigo Limpo Teatro ACERT no Teatro Nacional D. Maria II.


Depois da passagem de “a viagem do elefante” por lisboa, regressamos, desta vez, ao Teatro Nacional D. Maria II, integrados no Teatro Avulso – Mostra de Teatro, apresentando 4 espetáculos. 


É mais uma oportunidade de manter contato com esta companhia de teatro profissional, radicada em Tondela, uma pequena cidade do país, cujo trabalho de criação teatral, centrado essencialmente na adaptação teatral de autores de língua portuguesa e na circulação nacional e internacional, tem sido uma prova constante de que a cultura é fator de desenvolvimento e de promoção da cidadania.

SERMÃO AOS PEIXES
 

Um casal de sem-abrigo dá voz ao texto do Sermão do P.e António Vieira.

8 e 9 de Novembro às 21h15
10 de Novembro às 16h15



PESSOA- O GRANDE AUSENTE 

    
Uma noite de memórias que assinala um encontro de casualidades com a obra de um dos mais consagrados autores da língua portuguesa.

13 Novembro às 19h15
14 Novembro às 21h15


          
20 DIZER

Um duo de emoções à flor da pele.

15 Novembro às 21h15


FIL'MUS
Fil'mus é um espectáculo diferente e completo que promete encantar públicos de todas as idades.
16 de novembro às 21h15
17 novembro, às 16h15
Retirado do Acert

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D