Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

11
Mar14

Teatro Rápido - DIREITO POR LINHAS TORTAS

olhar para o mundo

DIREITO POR LINHAS TORTAS

 

A proposta teatral das micropeças do Teatro Rápido no mês de Abril tem por tema DIREITO POR LINHAS TORTAS!

 Em Abril celebram-se 40 anos passados sobre a revolução de 74, o que nos abre portas a viagens por sonhos frustrados, por vidas de personagens à beira da curva da idade com desejos e ideais apagados. Ou ainda histórias com inspiração em vivências reais de mulheres particulares. Retratos de insatisfações pessoais e ou viagens ao interior de comuns mortais e destinos escritos “DIREITO POR LINHAS TORTAS”!

 

De 3 a 28 de Abril -  de 5ª a 2ª

 

SALA 1 – [40]

Horário das sessões: 18h00 | 18h30 | 19h00 | 19h30 | 20h00

quinta a segunda | M/12 | 3€

 

Texto: Lourenço Henriques

Encenação e Espaço Cénico: Rui Neto

Interpretação: Joana Figueira e Pedro Oliveira

Luz:  João Rafael Silva

Caracterização:  Tatiana Araci

Cenografia em Ferro: Rui Miragaia

 

Sinopse:

40 são os anos da revolução de Abril. Mas é também a idade da ditadura. Num país onde as palavras “crise” e “iphone” são as mais ouvidas, [40] é uma reflexão sobre o estado das coisas. Um aniversário e o balanço de 40 anos. O que há a celebrar quando tudo se mistura e se torna difuso? Onde o que parece nunca é, eo que é deixa de o ser.

 

 

De 3 a 28 de Abril -  de 5ª a 2ª

 

SALA 2 – Check Mater

Horário das sessões:18h05 | 18h35 | 19h05 | 19h35 | 20h05

quinta a segunda | M/12 | 3€

 

Texto: Sandra José

Interpretação e Encenação: Susana Vitorino

Direção de Atores: Luísa Ortigoso

Assistente de Produção: Barbara Rocha

Comunicação: Miguel Satúrio Pires

Grafismo e Imagem: Luís Covas

Sinopse:

Check  Mater é o encontro decisivo entre duas mulheres, duas mães, de nome Maria, que sofrem a morte de seus filhos em diferentes dimensões. Qual o limite para a nossa fé? Seremos, todos nós, resultado das fés que temos? A inexplicável força de ser mãe e filha num jogo pela vida onde não há minutos que se ganham ou perdem, por quem luta ou desiste. O divino e o terrestre de mãos dadas pela mesma razão.

Este texto confronta duas mães, numa reza final, onde o prémio é a própria vida. Baseado em fatos reais, Check Mater existe porque as pessoas existem.

 

De 3 a 28 de Abril -  de 5ª a 2ª

 

SALA 3 – O Culpado

Horário das sessões: 18h15 | 18h45 | 19h15 | 19h45 | 20h15

quinta a segunda | M/12 | 3€

 

Texto e Encenação: Álvaro Faria

Interpretação: Carlos Martins da Fonseca, Tiago Peralta e Laura L. Tomaz

Produção Executiva e Cenografia: Laura L. Tomaz

Direção Técnica: Tiago Peralta

Cartaz, imagem e Comunicação: Paula Tomás

UMA PRODUÇÃO – TEATRO A TIRACOLO

 

Sinopse:

O Culpado pode receber a estranha classificação de monólogo para três actores. Com efeito, embora haja três personagens em cena, só uma delas fala. O que seria suposto constituir uma conversa entre duas pessoas transforma-se num solilóquio, pois uma delas nunca consegue intervir. Isto passa-se numa esplanada de café, cuja empregada também participa silenciosamente na acção.

Pelo seu teor e a sua localização, esta pequena peça numa única cena poderia fazer parte de um de café-teatro. Trata-se de uma rábula com humor amargo e grotesco, em que alguém procura encontrar o culpado de tudo lhe correr mal na vida.

 

De 3 a 28 de Abril -  de 5ª a 2ª

 

SALA 4 – Direito ao Assunto

Horário das sessões: 18h20 | 18h50 | 19h20 | 19h50 | 20h25

quinta a segunda | M/16 | 3€

 

Autoria: Carlos Alves

Encenação: Carlos Alves e Ana Campaniço

Elenco: Carlos Alves e Ana Campaniço

Sinopse:

Uma mulher está detida por um crime que não cometeu. É suspeita de um assalto a uma

tabacaria. É persistentemente interrogada por um inspector. As respostas da mulher não vão

ao encontro das questões do polícia. No entanto, elas revelam um outro crime, bem mais

grave, que o inspector não interpreta na sua cegueira pelo caso que tem entre mãos.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub