Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

06
Out15

THE WEEKND - "The Hills" chega ao primeiro lugar

olhar para o mundo

the wekned.jpg

 


THE WEEKND

Continua a conquistar tudo e todos



"The Hills" chega ao primeiro lugar

The Weeknd é inevitavelmente um dos maiores fenómenos do r&b atual. Três semanas depois de ter chegado ao primeiro lugar do top 100 da Billboard, com o single "Can’t Feel My Face", o cantor canadiano substitui-se a si próprio no top de vendas com a canção "The Hills", um feito raro alcançado apenas por artistas como The Beatles, OutKast, Black Eyed Peas ou Taylor Swift, a última artista a consegui-lo.
 
Ambos os singles foram retirados do álbum "Beauty Behind the Madness", ondeThe Weeknd colabora com artistas como Lana Del Rey ou Ed Sheeran e que também se mantém há semanas no primeiro lugar do top de vendas norte-americano.
 
Na primeira semana de lançamento o álbum ultrapassou as 412 mil cópias vendidas nos EUA e, desde então, já vendeu mais 250 mil cópias, o que faz deste "Beauty Behind the Madness" um dos discos mais populares de 2015. Portugal não tem sido alheio ao estilo incontornável de The Weeknd, tendo este álbum alcançado o primeiro lugar do iTunes e do Spotify.
 
Recentemente o artista canadiano atuou no novo Apple Music Fest, no Roundhouse, em Londres, no seu primeiro concerto em solo britânico desde o lançamento de "Beauty Behind the Madness". O concerto recebeu aplausos muito entusiasmados de meios da especialidade como NME, Gigwise ou MTV. O site britânico do canal MTV lembra o encore "épico" com as canções "High for This" e "Wicked Games".
 
Por sua vez o álbum, "Beauty Behind the Madness", continua a ser alvo de críticas muito positivas. "O artista conhecido como The Weeknd não compromete os seus valores sonoros para favorecer o seu novo público", escreve o i-D Vice.
 
O site Turn Style refere ainda que no seu novo disco The Weeknd encontrou o "balanço perfeito entre a pop e a profanidade", comparando-o ainda a Michael Jackson. A Fact salienta as "melhores produções" que povoam este "Beauty Behind the Madness", sem dúvida um dos álbuns mais incontornáveis de 2015.
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub